segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

É Natal?








O Natal está a chegar, as luzes brilham nas ruas, as janelas transparecem felicidade, por breves dias, emanando um calor especial em aromas doces e saborosos. Reúne-se a família e alguns amigos em volta de presépios e árvores enfeitadas de fitas, chocolates e bolas reluzentes.
As lareiras com as pinhas dão um ambiente único ajudando o olfacto a sentir a Quadra que atravessamos.
Lá fora, o vento, o frio, ruas desertas deste ambiente, mostrando sombras e vultos em volta dos caixotes do lixo, procurando algum alimento, ou até um cartão mais grosso para fazer de colchão numa esquina qualquer que por momentos serve de abrigo. O odor do corpo por lavar é o mesmo do resto do ano, o apetite é igual a qualquer outro dia, as roupas, rasgadas mostram feridas e dores de quem pelas janelas atravessa o olhar, sonhando a Felicidade, o Amor, o presente que nunca mais chega.
É Natal! Mas as ruas continuam as mesmas, as sombras ainda lá se deitam, até chegar a manhã que acorda com desperdícios que serão banquetes colossais para quem já em nada acredita, nem em pais natal



Delfim Peixoto © ®

Sem comentários: