quarta-feira, 10 de novembro de 2010

.........



As mãos fechadas no teu peito e o
vestido azul caído aos pés da cama.
(Teu corpo de mulher é belo nu
e ainda mais belo quando ama).

Os meus beijos são potros que te mordem
os seios e as coxas e os cabelos
para que os minutos todos nos acordem
e nunca mais possamos esquecê-los.

E penetrando em ti perdidamente
atravesso mil bosques pela estrada
que há dentro do teu sexo e lentamente

tu ficas nos meus braços espantada
como se o mundo fosse de repente
acabar em plena madrugada.


Joaquim Pessoa

2 comentários:

C Valente disse...

Passei pelo bolg MARIA, mas não tenho possibilidade de deixar mensagem, mas aqui fica
Saudações amigas

Luís Coelho disse...

Menina mulher
Amor fresco de madrugada
Visão e sonho a completar este quadro que se desenha aos nossos olhos.

Não tem nada de especial mas tem a beleza de nos fazer sonhar.
Tem a força que nos leva a acordar olhando a beleza do corpo de mulher que ama.